Sala de aula e novas tecnologias

A Lei do Progresso é inexorável. O tempo se encarrega de revelar a sua presença na formação das sociedades humanas. O sabor mágico do conhecimento conduz o Homem a novas tecnologias e a processos mais sofisticados de atendimento às necessidades humanas.

p_tech_01

O Mundo avançou de forma espetacular no campo do conhecimento e, consequentemente, no aperfeiçoamento das tecnologias. Parece que o tempo imprimiu uma nova velocidade sobre si mesmo. Nunca, nunca se avançou tão rapidamente como nesses últimos dois séculos. O homem produziu muito mais nesse período do que em todo o tempo que se estendeu da sua origem até o advento da 1ª Revolução Industrial (1760/1780).

À medida que outras exigências se fizeram imperiosas na vida de diversas outras formações sociais (sociedades humanas), pensadores, cientistas e especialistas, das mais diversas áreas, debruçaram-se sobre suas mesas de trabalho procurando desenvolver repostas práticas que se materializaram em instrumentos e ferramentas necessárias ao processo produtivo de diversos setores das atividades humanas. A energia elétrica, a produção de aço, a química petrolífera, são exemplos dessa rede de inovações científicas e tecnológicas que serviram e servem ao homem.

Entretanto, foi durante a Guerra Fria que a ciência e a tecnologia apresentaram índices de crescimento e resultados jamais vistos na história da humanidade.
A bipolaridade empurrou o homem para perto do impossível. As armas nucleares, os armamentos mais sofisticados, os aparelhos eletrônicos e a corrida espacial, que permitiu a chegada do homem à lua, contribuíram para um grande paradoxo:

As inovações tecnológicas que podiam destruir o mundo foram agentes do bem estar psicológico nas sociedades de consumo. A tecnologia que conduzia a produção das indústrias civis era a mesma que as indústrias bélicas haviam um dia utilizado.. Apenas uma diferença se fazia sentir: As tecnologias consideradas ultrapassadas pelas indústrias bélicas eram vendidas para as indústrias civis.

É importante destacar que durante a corrida armamentista, o poder dos beligerantes estava diretamente ligado ao domínio do arsenal militar que cada um apresentava( com capacidade de destruir o mundo), por isso a necessidade de renovar a tecnologia de destruição era constantemente.

No decorrer das décadas de70 e 80, o carro chefe do desenvolvimento tecnológico continuou a ser a guerra fria. Contudo, a urbanização e a população apresentavam um forte crescimento. Tecnologias verdes(Revolução Verde) foram aplicadas e desenvolvidas com a finalidade de propiciar maior conforto social e econômico.

No início dos anos 1990, devido a crise do socialismo e do fim da guerra fria, o neoliberalismo, que ganhava força e espaço, passou a influenciar o mundo do trabalho com novos conceitos de produtividade, terceirização e reengenharia. Grande ênfase foi dada à complexidade tecnológica, fato que possibilitou o avanço das novas tecnologias de informação e comunicação, como o computador e a internet, em diversas áreas do trabalho humano.

Inicialmente, o computador foi considerado apenas uma máquina de digitação mais flexível e habilitado a ser um arquivo na empresa e em casa em função da sua memória.

p_tech_02

O tempo mostrou rapidamente que o computador não era apenas mais uma máquina na parafernália reunida pelo homem. Tratava-se de um mecanismo de mídia digital que colocava o homem em todas as partes do mundo, facilitando o seu acesso às informações e comunicações. Assim, é possível entender a sua importância atual nas residências, nas empresas, nas instituições governamentais e nas escolas públicas e privadas.

O computador e a internet estão revolucionando os costumes, assim como o fogo e a roda fizeram. O uso dos computadores e da internet já propiciaram alterações significativas no comportamento social. Não se trata de modificação individual, isolada, mas de mudança comportamental coletiva. Com certeza já transformou a maneira de agir e pensar do homem moderno, em especial dos nossos jovens.

NELSON DUARTE JÚNIOR
Coordenador Pedagógico do Colégio Palas – Professor de História

Comente esta matéria.

Você precisa estar conectado para inserir um comentário.

Palas no Vestibular

Palas no Vestibular

Categorias

Últimas do Blog

Seguidores no Twitter

RSS Feed

Fique ligado!
Assine nossas notícias via RSS Feed.